9 de junho de 2016

Como evitar prejuízos na compra de materiais de estudo pela internet

APOSTILA MUNDIAL
VITORIA DA CONQUISTA BA
TEL 77 3084 7467 
apostilamundialconcursos.assis@gmail.com


Uma análise mais acurada do mercado de materiais para concursos pode evitar transtornos futuros.

Para ser aprovado em um concurso público muito concorrido, o candidato precisa aliar um estudo intensivo a bons materiais de apoio. Afinal, livros, apostilas, CD-Rs, pdfs, e-books, áudios, enfim, todos servem para nos levar a um aprofundamento nas disciplinas e como ideais fontes de consulta futura.
O problema é quando o concurseiro opta por adquirir alguns materiais de sites nada confiáveis, gerando até mesmo atrasos na preparação, pela baixa qualidade apresentada bem como pela desorganização desse material.
Para quem já faz concursos há um bom tempo e ainda não teve a aprovação, logicamente é mais complicado ser enganado por "ofertas irresistíveis", que geralmente trazem materiais de estudo com baixa qualidade. Mas quem é iniciante nos concursos pode se precaver satisfatoriamente, tomando algumas medidas prévias.
Aqui vão dicas de como identificar quando os suportes de estudo estão insuficientes para resultar na sua aprovação, a fim de levar o concurseiro a ter menores dores de cabeça nos estudos.
Ao escolher as apostilas, de qualquer matéria, confira se o material é copiado na íntegra de fontes que dispõem as informações gratuitas pela internet. Não estranhe, mas há muitos "editores" acostumados ao "copiar e colar" tais conteúdos. Muitas  vezes, pessoas desavisadas acabam fechando a compra sem ao menos conhecer a procedência do vendedor. Por isso, é essencial fazer uso de ferramentas web para averiguação da conduta de certas empresas vendedoras.
Exemplo claro de que devemos nos atentar para compras pela internet são as queixas registradas em grandes portais especializados, como o "Reclame aqui" (há muitos outros do tipo). Lá, escrevendo no buscador do site apenas expressão "apostila para concurso", você vai encontrar queixas variadas, tais como: pessoas que pagam por apostilas e não recebem, reclamações sobre altos preços cobrados por material sem qualidade, CDs de conteúdo equivocado, materiais com erros grosseiros de portugues, etc, etc. Portanto, conhecer um pouco melhor esas histórias podem podem evitar transtornos futuros, com certeza!
Outro risco que corremos ao comprar materiais ruins é o de apresentarem informações totalmente desatualizadas, principalmente nas áreas de português (gramática) e de legislação.
Se for comprar livro pela rede, é bom que fique atento a linguagem do autor, já que uma forma facilitada de expor as idéias vai ajudar muito o concurseiro que está na batalha por uma aprovação. Gastar tempo tentando entender a linguagem do autor é a coisa que o candidato menos deve fazer nas horas de estudo e dedicação.
Outra dica é, se gosta de assistir aulas em vídeo colocadas na internet, opte por aqueles em que os professores são renomados. Esses materiais audiovisuais certamente vão trazer conteúdos vindos de fontes de conhecimento que valham à pena disponibilizarmos tempo.
Por fim, é bom lembrar que nenhum material de estudo, por melhor que seja, substitui a sua força de vontade, seu instinto de curiosidade e o instinto de criticidade. Então, sempre que possível, vá às fontes de referência clássicas (os bons gramáticos, os bons juristas, enfim, os bons autores e suas respectivas edições atualizadas).
Especialistas alertam que é preciso cuidado na hora de escolher o curso preparatório
Como sabemos, em geral, os cursos preparatórios são livres e, por isso mesmo, não se submetem à chancela do Ministério da Educação, ou seja, não possuem uma regulamentação específica capaz de controlar distorções. Porém, de acordo com a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor - PROTESTE, os contratos firmados por estes estabelecimentos são contratos de consumo e, por isso, são protegidos pelo Código de Defesa do Consumidor.
Assim, a associação recomenda que antes de se matricular ou comprar um pacote desses serviços, siga alguns procedimentos, tais como:
  • Confira se esses serviços são prestados e contratados através de contrato por escrito;
  • Antes de assinar contrato, confira: o local do curso, cheque o material de apoio, lembrando que se o curso foi contratado por telefone ou pela Internet, você tem em seu favor o direito de arrependimento, ou seja, desistir do contrato, sem ônus, até sete dias após a prestação do serviço.
  • Você deve ainda guardar os prospectos e folders que contenham informações sobre o curso contratado e também todos os comprovantes de pagamento. Estes documentos poderão ser importantes para resolver possíveis aborrecimentos futuros.
Portanto, concurseiro ou cursista, caso tenha sido lesado, existem meios legais para lutar por seus direitos. Faça isso, não se deixe enganar

CESAR R DE ASSIS
COORDENADOR
APOSTILA MUNDIAL

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário